Jardim Vertical, uma ideia para o seu espaço.

Com o estresse do dia a dia e com as cidades cada vez mais urbanizadas, concretadas e cinzas, os jardins verticais surgem como uma solução para as pessoas que querem trazer um pedacinho da natureza para dentro da sua casa. Pensando nisso, trago para você neste post ideias de como fazer e de como manter o seu jardim vertical.

O jardim vertical nada mais é do que um jardim que é fixado no sentido vertical em muros ou suspenso por suportes instalados na vertical, podendo criar painéis verdes com plantas de diversas espécies, ou ainda plantas suspensas verticalmente em suportes espaçados, sem que haja a percepção de uma unidade entre as mesmas.

Atualmente, os jardins verticais estão sendo muito utilizados em grandes construções, fachadas de edifícios com propostas sustentáveis, pois o painel verde cria um isolamento acústico e térmico natural, além de servir também para o controle da iluminação natural que incide sobre as fachadas dos edifícios.

Muitos edifícios estão investindo no jardim vertical para economizar energia com sistemas de condicionamento de ar, reduzir a poluição do ar e, principalmente, a poluição sonora, e ainda criar ambientes mais amigáveis para quem trabalha ou mora estes edifícios.

Mas o jardim vertical não é uma exclusividade dos grandes edifícios. Qualquer um pode ter o seu próprio jardim vertical na escala que desejar, em pequenos painéis decorativos, calhas de PVC suspensas com plantação de ervas, muros ajardinados ou ainda painéis internos. São comuns em projetos paisagísticos residenciais com jardins pequenos e de inverno.

Como o jardim vertical pode ser instalado na parte interna ou externa, é preciso saber escolher bem as espécies de plantas. Os locais devem receber iluminação, mesmo que indireta, e as espécies têm que estar de acordo com o local de instalação do jardim, ou seja, jardins expostos ao sol devem ter espécies que são cultivadas a sol pleno, já na área interna as espécies escolhidas devem ser de sombra.

É possível cultivar praticamente qualquer espécie de planta ou árvore em jardins verticais, contanto que as raízes tenham espaço para se desenvolver no suporte utilizado e que o suporte aguente o peso total contando com a terra úmida.

Nas casas é comum se plantar espécies comestíveis como o manjericão, manjerona, orégano, alecrim, tomilho, sálvia, hortelã, coentro, salsinha, pimenta, etc. Principalmente próximo às cozinhas, facilitando o uso dessas ervas, também é muito comum o uso de espécies de suculentas, por serem plantas cactáceas, parentes dos cactos, que não precisam ser irrigadas com frequência e se adaptam bem a meia sombra.

É importante escolher espécies de plantas perenes para jardins verticais, plantas que não perdem suas folhas com as estações para que o jardim se mantenha sempre vistoso durante todo o ano. Algumas espécies de plantas ajudam a esconder as estruturas de apoio do jardim vertical, são plantas com folhagem pendente ou semi pendente. Outra opção são as forrações, é possível variar as espécies de forrações para criar painéis coloridos e com texturas diferentes.

Quer fazer seu próprio jardim vertical? Tem um punhado de tutoriais no Youtube ensinando como fazer um jardim vertical, mas os jardins verticais demandam alguns cuidados importantes para que as plantas se mantenham saudáveis, com cores vivas e não apodreçam ou sequem no suporte.

Jardim vertical mal feito ao invés de trazer benefícios pode causar mau odor devido ao apodrecimento das plantas.

Para jardins verticais extensos de fachadas e muros altos, onde as pessoas não têm acesso com facilidade é preciso contratar uma empresa especializada de paisagismo vertical para fazer o projeto, pois essas empresas utilizam materiais apropriados, inclusive substratos que são mais leves e não vão sobrecarregar a estrutura das fachadas, paredes e muros, além de prever sistemas de irrigação automáticos com adubagem líquida, sistemas de escoamento da água eficientes e ainda escolher espécies adequadas para o jardim vertical.

Agora se o seu objetivo é apenas fazer um jardim vertical simples você pode optar por vasos dispostos verticalmente (vasos de barro absorvem melhor a água), ou ainda estruturas prontas para jardins verticais feitas de concreto, de plástico, estruturas cerâmicas, placas de fibra de coco e até vasos feitos com canos de PVC.

Para fixar vasos utilize painéis de madeira, treliças de bambo ou metálicas e cordas para os jardins suspensos, lembrando que a estrutura tem que ser firme e bem fixada, com furos para que a água escorra e com um sistema de dreno para essa água excedente caso o jardim seja interno.

Fica a dica para quem quer fazer algo diferenciado e personalizado, espero que tenha gostado de nossas dicas e informações.

#VemPraJaeger

Djeisan Colombo – Consultora

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s